VEREDA: Ainda que segredo seja algo que não se revele, qual o seu para criar a logomarca da Vereda Editora, uma vez que ela tem merecido os mais calorosos elogios?

HELY: Não há segredos quando se trata de criação! Ao contrário do que muitos imaginam o processo criativo não se trata unicamente de inspiração, algo como uma luz divina que paira sobre a mente do designer e em alguns minutos a logo está pronta. Como diz o dito popular, é 1% de inspiração e 99% de transpiração, muito trabalho, um processo longo e às vezes doloroso! E neste caso, a inspiração partiu do próprio nome da editora e todo o universo simbólico que ele envolve: a leitura, a liberdade, as jornadas, os caminhos… Livros e pássaros. Conhecimento e liberdade. Histórias e aventuras. Ciência e sabedoria popular. Para finalizar, o tratamento gráfico foi inspirado na xilogravura, uma dos primeiros sistemas de impressão e ainda hoje utilizado com um grande valor artístico para confecção de gravuras e também para impressão das famosas literaturas de cordel.